Dicas para sua empresas se adaptar à LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados vai começar a atuar apenas em agosto de 2020, mas mesmo tão longe já está fazendo barulho dentro das empresas. O objetivo da nova legislação é aumentar a privacidade e também o controle dos dados pessoais em benefício dos seus verdadeiros proprietários. Hoje vamos falar algumas dicas para sua empresa se preparar pra chegada da nova regra.

Mapeie os Dados – É preciso fazer a análise dos processos de tratamento de dados, determinando a relevância dos dados e localização do banco onde eles se concentram, é possível ter uma noção de como se dará a otimização do gerenciamento dessas informações. A partir daí, é possível entender, como anda cada processo de negócio, e quais informações precisarão ser tratadas. Assim, é possível trabalhar com a menor quantidade de dados possível, utilizando apenas informações necessárias.

Avaliação de risco – Avalie o impacto e o risco à privacidade dados que sua empresa já dispõe. Após realizar o mapeamento dos dados, comece a dar prioridade para bancos de dados que apresentarem um maior impacto. Essa é uma opção que visa preservar informações importantes, elas devem receber maior urgência para serem analisadas e protegidas.

Planeje os Ajustes Necessários – Ajustes como os contratos e sistemas, mudanças nos processos e eliminação de dados, devem ser medidas prioritárias dentro da empresa.

Documente o tratamento de dados pessoais – É preciso documentar e manter atualizada a lista dos processos de negócio que tratam dados pessoais. É necessário também uma justificativa para o tratamento dessas informações. Documentações e processos bem estruturados são essenciais para cumprir a lei de maneira sustentável.