Pagamento por QR Code é o futuro do varejo

Atualmente vemos o crescimento e a popularização dos app que facilitam várias ações do nosso dia, desde pedir comida, até pegar uma carona para chegar mais rápido em algum lugar, e claro, essa evolução ia transformar a forma como fazemos pagamentos. Hoje já não precisamos ter um cartão ou dinheiro em mãos pois temos a possibilidade de realizar transações por meio de um relógio que se conecta à maquininha debitando o valor.

Mas segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, os avanços tecnológicos já nos permitem fazer pagamentos através de QR Code, avanço esse que segundo o levantamento já é utilizado por 17% dos consumidores e tira a utilidade das maquininhas de cartão, já que para fazer o pagamento basta aproximar seu celular com um leitor, da tela de outro aparelho que gera a imagem.

Por ainda estar engatinhando o estudo mostra que a maioria das pessoas ainda prefere o uso de tecnologias mais conhecidas para realizar suas transações. 24% dos entrevistado afirmaram que pagam compras através de aplicativo, mas o dinheiro ainda é usado por 68% dos entrevistados a frente do pagamento com crédito (62%) e o débito (54%).

A tecnologia de QR Code ainda não está implementada totalmente, porém os donos de lojas já começam a pensar nesse futuro não tão longe que vai transformar novamente o varejo, mas quem também precisa ser apresentado a essa novidade é o cliente oferecendo cupons de desconto e bônus para compras nesse novo modo que além de prático é mais seguro para quem vende e quem compra.

 

FONTE: SITE – portalnovarejo.com.br.

O caminho para implementar a LGPD

Os vetos realizados nas últimas semanas pelo governo brasileiro para a Lei 13.853/2019, ou Lei Geral de Proteção de Dados, acabaram trazendo alívio aos donos de negócios que agora de algo mais fácil de ser implementado e em um tempo menor que o esperado logo quando a nova lei foi sancionada.

A primeira mudança feita pelo presidente Jair Bolsonaro foi com relação à revisão das decisões de algoritmos, determinando que uma pessoa seria responsável por isso. Agora as empresas poderão investir na contratação de plataformas que possam automatizar a análise de dados, que, por ser repetitivo se torna passível de erro humano. O texto da LGPD agora prevê que as empresas podem manter informações apenas enquanto elas forem necessárias e, e quando forem usadas, devem ser eliminadas permanentemente.

Os vetos também retiraram as punições que a Agencia Nacional de Proteção de Dados Pessoais pode aplicar caso alguma empresa viole as regras da nova lei, como a interrupção parcial do funcionamento do banco de dados e a proibição parcial e total de atividades relacionadas ao tratamento de dados. Agora a punição por descumprimento da lei causa danos à reputação da empresa o que gera custos muito maiores aos seus cofres.

O caminho a ser seguido para as empresas que devem se encaixar nas regras será investir em soluções de análise de dados de qualidade, capazes de captar comportamentos suspeitos nas atividades relacionadas ao uso das informações, ou seja, identificar e monitorar esses dados, rastreando quem têm acesso a eles e destacando irregularidades.

Itens para Coworking de sucesso

A moda de dividir o espaço de trabalho com pessoas que não são da sua empresa é uma pratica que vem crescendo bastante no Brasil nos últimos anos. Não só trabalhadores autônomos, mas empresas de menor porte estão começando a adotar esse modelo visando o corte de custos. Aqui vamos mostrar pontos importantes que precisam ser estudados para escolher o coworking perfeito para seu negócio.

O primeiro ponto essencial para a pratica do coworking é uma sala de reuniões acessível a todos, pois em uma empresa reuniões são importantes tanto com os membros da equipe para traçar novas estratégias quanto com os clientes. Um local que disponha de equipamentos para videoconferências e que seja usado apenas por aqueles que dividem o local de trabalho é necessário para manter a harmonia do lugar.

Outro dos pontos a ser analisado antes da escolha do seu local de coworking é um local com internet de qualidade, que suporte o uso por várias pessoas ao mesmo tempo, pois ninguém quer perder a conexão quando precisar enviar um e-mail importante.

Por último a segurança em torno e dentro do local de trabalho deve ser analisada, principalmente para empresas que tem visitas aos clientes como rotina, e utilizam notebooks e celulares como ferramentas de trabalho. Veja se no local há um sistema de monitoramento interno para não ter problemas no futuro e estragar a relação com os outros membros do lugar.

 

FONTE: SITE – www.tecmundo.com.br.

Governo lança Plano Nacional de Internet das Coisas

Comunicação, Internet, Internet Das Coisas, Conexão

O governo federal publicou no Diário Oficial da união do dia 26 de junho o decreto que institui o Plano Nacional de Internet das Coisas e a criação da Câmara de Gestão e Acompanhamento do Desenvolvimento de Sistemas de Comunicação Máquina a Máquina e Internet das Coisas (Câmara IoT). No texto IoT é descrito como um “sistema de comunicação maquina a maquina” ficando de fora apenas as maquinas de cartão de crédito e debito.

De acordo com o texto, o decreto servirá para transmitir dados a aplicações remotas com o objetivo de monitorar, medir e controlar o próprio dispositivo, o ambiente ao seu redor ou sistemas de dados a ele conectados através da internet. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações afirmou que o objetivo do plano é melhorar a qualidade de vida, aumentar a eficiência, gerar empregos, aumentar a produtividade além fomentar a competitividade de empresas brasileiras, e buscar parcerias entre os setores público e privado.

Itaú está eliminando maquininhas de cartão

O Banco Itaú decidiu modernizar a forma de compradores e vendedores fazerem e receberem pagamentos, o banco lançou recentemente o aplicativo iti Itaú, app para serviços financeiros disponível para Android e IOS. A plataforma pretende ser a alternativa mais barata quando se pensar em fazer transferências e receber valores.

O iti Itaú chega com a nova funcionalidade do pagamento através do QR Code, além da ausência de cobrança de taxas para realizar transferências. O app será útil tanto para quem compra como para quem vende, já que pode ser usado para realizar pagamentos em estabelecimentos comerciais sem o uso do cartão físico e para os lojistas será possível receber o dinheiro na mesma hora.

Além dessas inovações há também a vantagem de que o aplicativo não será exclusivo para clientes Itaú, os usuários vão poder creditar valores e cadastrar cartões de outros bancos no app. O serviço deve ser disponibilizados nas lojas de aplicativos a partir do terceiro trimestre de 2019.

Novos negócios para investir em 2019

Como o mercado se renova a todo momento reunimos algumas novidades para você que já tem um negócio e deseja ampliar e se atualizar nos desejos dos consumidores e também para quem deseja começar a investir esse ano.

1 – Alimentação Alternativa: para você que deseja começar a trabalhar no ramo de alimentos, ou já tem seu restaurante, catina, etc, investir em comidas mais saudáveis, sem glúten ou livres de lactose pode ser uma boa pedida para diversificar seu público e fidelizar sua clientela.

2 – Cosméticos: esse é um mercado que continua em alta mesmo com a crise que o país atravessa, agora além de atender ao público feminino, cada vez mais homens estão se interessando em cuidar da aparência nos dias de hoje.

3 – Pets: o mercado para animais de estimação é bem vasto, há um leque bem grande de produtos e serviços que você pode começar a

Tendências para restaurantes em 2019

Vamos apresentar hoje algumas dicas sobre como implementar as maiores tendências de 2019 em seu bar ou restaurante, para fidelizar e diversificar sua clientela.

Uma das características mais procuradas por alguns consumidores em restaurantes é o preparo artesanal de comidas e bebidas, desde uma cerveja artesanal, até comidas que não sejam preparadas com produtos industrializados, além de fazer um prato mais saudável os clientes também encontrarão um toque mais caseiro. Esse é o momento também para ter sua própria horta no seu estabelecimento, além de ter produtos frescos ao alcance da mão, essa é uma atitude sustentável.

Outra tendência que pode ser bem aceita por seus clientes é a criação de um aplicativo para entregas Delivery. Com a agitação do dia a dia muitas pessoas podem não ter um tempo para visitar seu estabelecimento, mas ela sempre vai ter vontade de experimentar uma comida diferenciada e de qualidade.

Por último, um dos motivos que mais fidelizam ou expulsam clientes de restaurantes é o atendimento. Por isso invista também na melhora do seu atendimento. Substituir comandas de papel por comandas digital além de ser mais sustentável agiliza o serviço de gerenciamento das mesas.

A Genius dispõe de tecnologia para torna seu trabalho mais prático e rápido.

Governo abre consulta pública sobre 5G

O governo federal, através do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações abriu na última terça (02), um canal oficial para ouvir a população sobre sugestões para a utilização e implementação do 5G no país. O site pode ser acessado pelo no final do texto, e as respostas podem ser enviadas até o dia 31 de julho.

Segundo o  MCTIC, a participação do público vai permitir ao governo ter uma visão da situação da infraestrutura no país, das necessidades do consumidor e dos desafios para a chegada dessa nova tecnologia.

link para a consulta pública: clique aqui

FONTE: SITE – tecmundo.com.br.

Governo quer reduzir imposto para produtos de TI

O governo brasileiro está estudando formas para reduzir o imposto cobrado sobre a importação de produtos de Tecnologia da Informação. O secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo afirmou que o imposto sobre esse tipo de produto deve ser reduzido de 16% para 4% durante a gestão do presidente Jair Bolsonaro.

“Quando você dá um choque não apenas de qualidade e preço, mas também mexe no acesso àquilo de mais avançado que está acontecendo, automaticamente multiplica por várias vezes sua produtividade interna”, afirmou.

 

FONTE: SITE – exame.abril.com.br.

Novidades sobre o mercado óptico

Mostrar, Loja, Olho, Compras, Loja De Óculos

Se manter atualizado é algo importante para todo gestor que mergulha no mercado das óticas, por isso vamos trazer algumas informações e novidades sobre esse setor e também os hábitos de consumo dos clientes.

Segundo levantamento feito em 2018 o óculos de sol ainda é o item mais comprado pelos clientes em óticas. De acordo com essa pesquisa a região que mais fez consumo desse produto foi a Sudeste com 56,7% das compras de todo país.

Em pesquisa feita pela Associação Brasileira de Industrias Ópticas, o público que mais gastou com óculos em 2018 foi a chamada nova classe média que gastou cerca de R$ 348 em óculos de sol e de R$ 296 em óculos de grau.

A pesquisa ainda informa que os clientes tendem a ter um relacionamento duradouro com as óticas onde compram seus óculos um relacionamento que dure com seu cliente aumenta seu potencial de venda pois independente da idade o cliente vai se manter fiel a sua ótica.

Uma mudança no comportamento de quem compra óculos é que os clientes estão cada vez mais se interessando em fazer compras online, um mercado que cresceu no setor das óticas, onde 18% das compras de óculos foram realizadas pela internet.

 

FONTE: SITE – arquem.com.br.